Categorias
Pensamentos

As pressões do amor

Minha experiência como um solteiro de vinte e poucos anos que nunca namorou

Desde o começo da história da humanidade, saber como viver em sociedade, assim como encontrar um parceiro para formar uma família são coisas fundamentais para manter o nome, assim como demonstração do seu status perante a sociedade, afinal, se você conseguiu achar um parceiro e está conseguindo manter uma família, seja você homem ou mulher, cada qual com suas responsabilidades, você só pode ser uma pessoa de respeito, que se dedica a sua família, que se esforça, que você é uma pessoa sociável. Hoje em dia, de um certo modo esse padrão se repete, talvez não pelos mesmos motivos, mas de certa forma a gente consegue ver como o fato de você estar em relacionamento afeta as suas amizades e suas experiências pessoais com todos ao seu redor.

Para mim, um jovem de vinte e poucos anos, que nunca teve uma experiência romântica na minha curta vida, é difícil passar muito tempo sem ouvir um ou outro comentário sobre o fato de estar solteiro. Justo nos dias atuais que é tão mais fácil entrar em um relacionamento, seja pessoalmente, pelos meus contatos pessoais, seja pela internet, por meio de aplicativos e sites projetados justamente para esses fins. Fato é que eu não me sinto bem em um relacionamento sério. Ou qualquer tipo de relacionamento que não seja uma simples amizade. Não me sinto confortável. Não me sinto preparado para isso. Pelo menos por enquanto. Querendo ou não, um namoro ou um casamento são uma responsabilidade por si só, um investimento que você faz para você e para a outra pessoa. Um investimento tanto de tempo quanto em dinheiro. Sim, dinheiro, pois para qualquer coisa que forem fazer juntos depende de dinheiro. Jantar fora, ir a um cinema de vez em quando, comprar roupas, calçados, uma casa nova pra quando casarem. E a lista continua. E atualmente não estou preparado para um comprometimento desse nível, tanto financeiramente quanto emocionalmente. Meu estado emocional e pessoal estão por um triz. Mas quem sabe as coisas mudem mais pra frente e eu enfim terei como objetivo achar alguém com quem juntar os trapos. 

O porém disso tudo é que eu pessoalmente vejo uma pressão enorme de outras pessoas em encontrar alguém com quem namorar. E o quanto antes melhor. Parece que assim que alguém entra em um relacionamento sério ela sobre para um outro patamar social. Parece que assim ela consegue ser apreciada de uma maneira totalmente diferente pelas pessoas ao redor, ou algo assim. Que essas pessoas, depois disso, são agregadas no grupo dos ‘não solteiros’. Eu pessoalmente não sinto essa necessidade de me enturmar com outras pessoas nessas condições. Nem de achar alguém. A meu ver, o mais rápido que eu conseguir entrar em um relacionamento, o mais rápido esse relacionamento pode acabar, claro que existem exceções, mas geralmente é isso que eu vejo acontecendo ao meu redor. E eu sei que não estou sozinho, sei que existem outras pessoas na mesma situação, que não tem pressa de achar sua ‘cara metade’, e que, assim como eu, passam por essa pressão por encontrar aquele alguém. E por experiência própria eu posso dizer: Não tenha pressa. Eu mesmo poderia estar em uma enrascada por ter dito sim para alguns relacionamentos que eu via que não iam dar certo. Uma hora dessas ainda vai aparecer aquela pessoa que vai complementar o meu ser. Eu sei que isso soa bem clichê, mas eu vejo como sendo algo real. Só espero que um dia as pessoas parem de se intrometer tanto na vida dos outros. Só isso. 

Por Odin

Olá. Sou Odin. É sério.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s